17th century patterned azulejos from the Monastery of Santa Marta, in Lisbon

Rosário Salema de Carvalho, Alexandre Pais, Ana Almeida, Inês Aguiar, Isabel Pires, Lúcia Marinho, Patrícia Nóbrega

 
   

Abstract


This article is about the Portuguese tilemaking of the former Monastery of Santa Marta de Jesus, currently Hospital of Santa Marta, still in situ. The main goal is the study of the patterned tiles from the 17th century, exploring the documentation as well as the ideas and solutions invented by the tile-layers that applied the tiles on the walls. Also, the authors aim to introduce the new information system for the Portuguese azulejos’ inventory, named Az Infinitum - Azulejo Indexation and Reference System, available online.

Keywords


Azulejo (Tile), Patterned tiles, Cataloguing, Inventory, New technologies

Full Text:

PDF

References


Ancião, J. M. (2010). O Mosteiro de Sancta Martha, monografia do antigo convento / hospital de Santa Marta de Lisboa. Lisboa: Liga dos Amigos do Hospital de Santa Marta.

Ataíde, M. (1975). Igreja e Convento de Santa Marta. In Monumentos e Edifícios Notáveis do Distrito de Lisboa (pp. 99-104). Lisboa: Junta Distrital de Lisboa.

Basto, A. M. (1964). Apontamentos para um dicionário de artistas e artífices que trabalharam no Porto do século XV ao século XVIII. Porto: Câmara Municipal do Porto.

Câmara, A. G. (2005). ’A Arte de Bem Viver‘ A en- cenação do quotidiano na azulejaria portuguesa da segunda metade de Setecentos. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian / Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

Cartório Notarial de Lisboa 11, Arquivo Nacional da Torre do Tombo. Livro de Notas 198, 50-52v.

Carvalho, R. S. (2012). Entre Santos e os Anjos. A produção azulejar na Lisboa do século XVII. In Um gosto português. O uso do azulejo no século XVII (pp. 53-62). Lisboa: Museu Nacional do Azulejo/Athena.

Convento de Santa Marta de Jesus, Cartórios dos Conventos (ex-AHMF), Arquivo Nacional da Torre do Tombo. 182, IV/F/165 (4), n.o 89-3.

Convento de Santa Marta de Jesus, Cartórios dos Conventos (ex-AHMF), Arquivo Nacional da Torre do Tombo. 182, IV/F/165 (4), n.o 89-4.

Convento de Santa Marta de Jesus, Cartórios dos Conventos (ex-AHMF), Arquivo Nacional da Torre do Tombo. 182, IV/F/165 (5), n.o 90-7.

Convento de Santa Marta de Jesus, Cartórios dos Conventos (ex-AHMF), Arquivo Nacional da Torre do Tombo. 203, IV/G/50 (1), n.o 188-119.

Convento de Santa Marta de Jesus, Cartórios dos Conventos (ex-AHMF), Arquivo Nacional da Torre do Tombo. 203, IV/G/50 (1), n.o 188-120.

Correia, V. (1918). Azulejadores e pintores de azulejo, de Lisboa – olarias de Santa Catarina e Santos. A Águia, 77-78, 167-178.

História dos Conventos, Mosteiros e Casas Religiosas de Lisboa. (1972 [1704]). Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa.

Léon, F. P. (1993). Os Painéis de Azulejos Sobre Santa Teresa de Jesus no Convento de Santa Marta de Lisboa. Museu, 1, 161-181.

Mangucci, C. (2003). A estratégia de Bartolomeu Antunes. Al-Madan – Arqueologia, Património e História Local, 12, 135-141.

Mântua, A., Henriques, P., and Campos, T. (2007). Cerâmica - Normas de Inventário. Lisboa: MC/ Instituto dos Museus e da Conservação.

Meco, J. (1984). Azulejos de Lisboa. In Azulejos de Lisboa: exposição (pp. 15-82). Lisboa: Museu da Cidade e Câmara Municipal de Lisboa.

Monteiro, J. P. (1999). Os ‘Pia Desideria’, uma fonte iconográfica da azulejaria portuguesa do séc. XVIII. Azulejo, 3/7, 61-70.

Saraiva, J. M. C. (1948). Documentos da fundação do Convento de Santa Marta de Jesus em Lisboa. Lisboa: Arquivo Histórico do Ministério das Finanças.

Serrão, V. (1977). O Arquitecto maneirista Pedro Nunes Tinoco - Novos Documentos e Obras (1616- 1636). Boletim Cultural da Assembleia Distrital de Lisboa. Lisboa: Assembleia Distrital de Lisboa, 83, 143-201.

Serrão, V. (1984-1988). Documentos dos protocolos notariais de Lisboa, referentes a artes e artis- tas portugueses (1563-1650). Boletim Cultural da Assembleia Distrital de Lisboa, 90, 55-103.

Simões, J. M. S. (1999). Azulejaria Lisboeta no reinado de D. Pedro II – ambientes de trabalho e estatuto social dos artífices. Boletim Cultural da Assembleia Distrital de Lisboa, 93, 81-101.

Simões, J. M. S. (2002). Arte e Sociedade na Lisboa de D. Pedro II – ambientes de trabalho e mecânica do mecenato (Master’s thesis). Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Lisboa.

Simões, J. M. S. (1971 [1997]). Azulejaria em Portugal no século XVII. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Simões, J. M. S. (1979). Azulejaria em Portugal no século XVIII. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Veloso, A. J. B., and Almasqué. I. (1996). Hospitais Civis de Lisboa: história e azulejos. Lisboa: INAPA.

Vitorino, P. (1925). Azulejos datados (Misericórdia do Porto - 1628). Separata da Revista de Estudos Históricos. Porto, Instituto de Estudos Históricos - Faculdade de Letras da Universidade do Porto.




DOI: http://dx.doi.org/10.7559/citarj.v4i1.66

Refbacks

  • There are currently no refbacks.




Journal of Science and Technology of the Arts
Revista de Ciência e Tecnologia das Artes
ISSN: 1646-9798
e-ISSN: 2183-0088
Portuguese Catholic University | Porto

    

Esta revista científica é financiada por Fundos Nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia


 Governo da República Portuguesa