O Troféu B&W, desenhado por Jorge Abade, artista plástico e docente da Escola das Artes da UCP, distinguiu as dez melhores obras em competição nas seguintes categorias:




Melhor vídeo de ficção
" Noc v hoteli /Night in a hotel ", de Matus Libovic (Eslováquia)

Melhor vídeo de animação
" Vent ", de Erik Van Schaaik (Holanda)

Melhor vídeo experimental
" Meu nome é Paulo Leminski ", de César Migliorin (Brasil)

Melhor vídeo documentário
" Kola ", de Victor Asliuk (Bielorrúsia)

Prémio Sony Ibertelco (atribuído pelo público)
" Generation ", de David Downes (Nova Zelândia)





Melhor fotografia
" A Cortina ", de João Gonçalves (Portugal)





Melhor áudio de ficção
" O Rio do Arrependimento ", de Luís Lopes (Portugal)

Melhor áudio experimental
" Varanasi Sound Portal 2 – Cityscape ", de Mike Filippov (Canadá)

Melhor áudio de reportagem
" Dinner at the Blind Cow ", de Adam Burke (Estados Unidos da América)

Prémio Yamaha Música (atribuído pelo público)
" Noihkon ", de Nuno Cortez (Portugal)