ADRIANO NAZARETH (Portugal)
Professor Universitário e Realizador de Cinema e Televisão.
Adriano Nazareth começou em 1960 como repórter, colaborador da RTP. Desde, então, iniciou um trabalho incessante na realização documentários, spots publicitários, espectáculos ao vivo, curtas-metragens e séries de ficção.
Do imenso trabalho de Adriano Nazareth, destacam-se, entre outros, No Coração da Lusitânia, Vida Urbana, e Literatura de Cordel. Nas Curtas-Metragens, Mundos Subterrâneos, Terras de Lanhoso e Manhouce - Uma Terra Diferente. No âmbito das séries de ficção, realizou, por exemplo, O Táxi na Cidade, Histórias quase Clínicas e Arranca-me a Vida. As transmissões directas constituíram, igualmente, grande parte da obra de Adriano Nazareth.
A formação académica que, entretanto manteve, fundamenta a sua actividade como Professor Universitário na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e na Escola das Artes da Universidade Católica.


OLÍVIA DA SILVA. (Portugal)
Fotógrafa.
Licenciada em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, efectuou em 1996 um Mestrado em Estudos Fotográficos e em 2000 Doutoramento em Fotografia pela School of Art & Design da Universidade de Derby.
Desde 2001 é Coordenadora e Directora de Especialidade Fotografia da Licenciatura Bi-etápica do Curso de Tecnologia da Comunicação Audiovisual da Escola Superior de Estudos Industriais e Gestão e Escola Superior de Educação do Instituto politécnico do Porto.
É consultora fotográfica do Museu do Carro Eléctrico - STCP desde 2001.
Autora de diversos projectos fotográficos nomeadamente e, entre outros, “8/2” sobre os vendedores dos mercados ingleses e portugueses em Derby, Bristol e Porto; “Sem luvas”, sobre comunicação gestual com crianças com necessidades específicas; “Memórias de nós”, memórias visuais entre a música e a família; “King & Cabbage”, sobre retrato de vendedores em estúdio no mercado municipal de Braga; “4 Olhares”, um levantamento fotográfico sobre o edifício e funcionários das Moagens Harmonia e do Palácio do Freixo; “Vai à janela”, estudo verbal e visual sobre ex-funcionários da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto e “In the net”, um trabalho de investigação fotográfica de comunidades piscatórias de Matosinhos e do Grismby.


ROLANDO ARRIETA (EUA)
Produtor, Gestor de Projectos, Professor.
Rolando Arrieta tem um Master of Arts Communication, pela American University de Washington. Venceu diversos prémios como Aluno Fullbright, bem como o Prémio da Kellogg Foundation Diversity Initiative.
Especialista em equipamento multimédia, perito em edição não-linear em Cool Edit, em Pró-Tools e em Sonic e Avid Media Composer.
Rolando Arrieta exerce funções como Produtor na American University, onde é também Professor Adjunto.
Trabalhou como radialista na Sirius Rádio Satellite; Actualmente, integra a National Public Radio.


IVAN MAXIMOV (Rússia)
Realizador de animação.

Estudou física e frequentou diversos cursos avançados de realização e argumento.
Desde 1981 trabalha como ilustrador para diversas revistas.
Desde 1989 tem realizado diversos filmes de animação como: “From left to right” (1989) - prémio especial no “National Festival of Noncomercial Films Vita Longa, Moscovo", “5/4” (1990) - prémio para a melhor animação no “Debut Festival” em Moscovo, “Provincial school” (1992), “Bolero” (1992) - prémio “Gold Bear” em Berlim, “Libido of Benjamino” (1994), “The strings” (1996), “2 trams” (1997), “Luba” (2001), “Slow bistro” (2003), “Wind along the coast” (2004) - prémio “Cinenima” em Espinho e “The spat” (2004).
Entre 1998 e 2001 desempenha funções de caricaturista em publicações como “Vremya mn” e “Vremya Novostey”.
Entre 2001 e 2003 cria o jogo de computador “Full Pipe” na “Pipe-Studio”.
Desde 2002 é professor de realização nas escolas “Shar” e “Vgik” em Moscovo.


VEDRAN SAMANOVIC (Croácia)
Realizador e Presidente do Festival «One Take Film Festival».

Nascido em Split, na Croácia, em 1968, Vedran Samanovic estudou Cinematografia na Academy of Dramatic Arts em Zagreb. Como director de fotografia, Vedran rodou um enorme número de curtas metragens, documentários e filmes experimentais, video clips e spots publicitários.
Filmou, ainda, quatro longas metragens.
Como realizador, Vedran dirigiu mais de cem video clips, ao mesmo tempo que os seus videos e filmes experimentais eram vistos e aplaudidos em diversos Festivais por todo o mundo.
Para além da actividade como realizador, Vedran fundou o Festival «One Take Film Festival», que apresenta obras filmadas apenas num só take.
Actualmente, Vedran vive em Zagreg, na Croácia.